0
O blog teve uma overdose musical, ontem. Depois de Dido&Aeneas, bateu ponto na pré-estreia de La Traviata, de Guiseppe Verdi, que reabre o Theatro da Paz em grande estilo. 
Baseada no romance “A dama das camélias”, de Alexandre Dumas, a ópera data de 1853, tem 4 atos e 3 horas de duração, com 3 intervalos.
Em cena, sob a regência de Adamilson Guimarães, Gabriella Pace (Violetta) e Martin Mühle (Alfredo), os protagonistas, fizeram um belíssimo trabalho. O elenco de solistas tem Manuel Alvarez (Giorgio), Lys Nardoto (Annina), Alpha de Oliveira (Flora), Jefferson Luz (Marquês de Obigny), Nilberto Viana (dr. Grenvil), Eduardo Nascimento (Barão Douphol) e Rodrigo Valdez (Gastone). O Coro Lírico do Festival de Ópera, o balé da Academia de Dança Ana Unger, figurino e cenários estavam impecáveis.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Ópera & master class

Anterior

Flona Saracá-Taquera

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *