“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Jabutis voltam ao habitat

Fiscais do Ibama, em parceria com o jardim zoológico das Faculdades Integradas do Tapajós, soltaram 100 jabutis na Floresta Nacional do Tapajós, em Belterra, ontem pela manhã. Dos animais soltos, 60 eram da espécie pata vermelha (Chelonoidis Carbonaria) e 40 da espécie pata amarela (Chelonoidis Enticulata).
Muitos foram encontrados em vias públicas, em estradas, outros começaram a dar muito trabalho a quem os mantinha sob cativeiro, ou foram abandonados. Alguns chegaram machucados e com seus instintos naturais muito comprometidos. Todos passaram por período de adaptação e estavam prontos para serem reintegrados à natureza.

Denúncias de animais silvestres mantidos em cativeiro ou quaisquer outras irregularidades envolvendo o meio ambiente podem ser feitas através da Linha Verde 0800 61 8080. A ligação é gratuita e não há necessidade de se identificar.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *