0

Desde ontem, uma grande mancha de óleo combustível é visível no rio Trombetas, a cerca de 1,5 Km – rio abaixo – do porto de embarque de navios da Mineração Rio do Norte, em Oriximiná. Ainda não há confirmação, mas é provável que o óleo tenha vazado de um dos navios que carregam bauxita de Porto Trombetas ao porto de Vila do Conde. A MRN, a agência de navegação da Vale e a Petrobrás iniciaram trabalhos de limpeza do material nas margens e no leito do rio. Bóias de contenção e mantas de absorção foram dispostas para recolher o óleo na água. O Ibama acompanha de perto a operação. A Marinha do Brasil ficou de enviar peritos para análise da origem do acidente.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Prazo esgotado

Anterior

Só a educação resolve!

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *