Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Ilha da Romana, em Abade, Curuçá(PA)


Bom dia, amigos, lindo e abençoado fim de semana para todos nós! Em dia de pesca na ilha da Romana, no distrito de Abade, município de Curuçá, região do Salgado parauara, a festa de cores e luz se traduz na foto do chef de cozinha Leonardo Modesto, que nasceu lá, onde a Reserva Extrativista Mãe Grande de Curuçá abrange uma área de aproximadamente trinta e sete mil e sessenta e dois hectares e nove centiares, a Ilha dos Guarás (Mariteua) e as ilhas Ipomonga e Mutocal. 

O nome Curuçá é corruptela de português que significa cruz e em tupi-guarani a pronúncia é curuzu. Suas origens se devem à importante feitoria de pesca, fundada pelos jesuítas no século XVII, onde também se cultivava mandioca, arroz, milho, feijão e se fazia a salga de peixe. A primeira localização foi o distrito de São João do Abade depois transportado para o local atual, antiga aldeia indígena dos andirás. Foi freguesia em 1756 sob a devoção de Nossa Senhora do Rosário e vila em 1758 com o nome de Vila Nova Del Rei. Em 1850 perdeu esse predicamento, reinstalado em 1951 com o nome de Curuçá. Passou à condição de município no ano de 1895. 

É curiosa a trajetória e as várias transformações políticas em seu território, que integrou o município de Vigia e a jurisdição de Castanhal, mas logo se desmembrou destes. Perdeu para o município de Marapanim o distrito de Monte Alegre e o distrito de Terra Alta se tornou município.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *