A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

II Marcha das Mulheres Negras de Belém


Amanhã, Dia Internacional da Mulher Negra Latino- Americana e Caribenha, a II Marcha das Mulheres Negras de Belém – da escadinha das Docas até o quilombo da República – encerrará a campanha “75 dias de ativismo contra o racismo”, iniciativa de ativistas sociais e de entidades como o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará (Cedenpa), Rede de Mulheres Negras, Coletivo Dandaras do Norte, Movimento Feminista Mulheres do Fim do Mundo, entre outros. 

Conforme dados do Instituto de Pesquisa Econômicas Aplicadas (Ipea) de 2013, o Pará é o estado onde as pessoas mais se autodeclaram negras (pretas e pardas). 

A ONU declarou 2015-2024 a Década Internacional de Afrodescendentes (resolução 68/237), reforçando a necessidade de cooperação nacional, regional e internacional para o pleno aproveitamento dos direitos econômicos, sociais, culturais, civis e políticos de  afrodescendentes, bem como a participação igualitária em todos os aspectos da sociedade.

O blog apoia esta ideia. Somos todos diferentes, mas iguais!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *