0

Em breve haverá acesso livre, via Internet, às mais de 8 mil páginas dos ‘Atos e documentos da Santa Sé relativos à II Guerra Mundial’, redigidos pelos padres jesuítas Pierre Blet, Angelo Martini, Robert A. Graham e Burkhart Schneider.

Trata-se de material publicado por ordem de Paulo VI, que contém seleção ampla e detalhada dos arquivos secretos do Vaticano sobre a II Guerra e o pontificado de Pio XII, acusado de omissão perante o genocídio judeu, entre março de 1939 e maio de 1945.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Gigantes de olho na energia

Anterior

Lembrete

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *