Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Hemopa tem que ficar aberto em feriados

Os familiares de Paula Geovanna Moy Medina, que está na UTI do hospital Mamaray, em Belém (Trav. Mauriti, 2742, Marco),  e precisa muito de doação de qualquer tipo de sangue, imploraram ajuda aos doadores. Pessoas que se sensibilizaram com o apelo foram ao Hemopa, ontem, mas estava fechado. Ouvido, o órgão informou que funciona de segunda a sexta, de 7:30h às 18h, aos sábados até às 17:30h e que ontem fechou “excepcionalmente” (no meio do feriadão), mas que “o atendimento transfusional é 24h e todas as demandas foram atendidas”. Complementou, ainda, que “a informação sobre o funcionamento no feriadão foi divulgada nas redes sociais e imprensa em geral” e que lamenta qualquer transtorno.

Que o Hemopa é uma ilha de excelência, ninguém ignora. Entretanto, fechar o setor de coleta de sangue aos sábados, domingos e feriados é a mesma coisa que os hospitais fecharem as portas nesses dias. Inadmissível. Injustificável. Ainda mais porque o próprio órgão fica o tempo todo pedindo reforço aos doadores, diante do estoque de sangue sempre aquém do necessário para atender as urgências e emergências. É evidente que um plantão deve ser criado a fim de que a coleta também funcione aos sábados, domingos e feriados, dias, aliás, que facilitam em muito a doação, já que nos dias de semana as pessoas estão ocupadas. Questão de bom senso.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *