Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

Hafemann International em Óbidos

 Obra do artista Klinger Carvalho

                                                           Obra da artista Mônica Linhard

 Obra do artista José Roberto Aguilar

Abriu hoje em Óbidos, cidade histórica e linda do Oeste do Pará, a Exposição “Correnteza”, da Hafemann International, galeria de arte alemã da cidade de Wisbaden. O artista Klinger Carvalho, filho de Óbidos, está capitaneando o evento junto com o galerista Gottfried  Hafemann, que também é artista plástico. A mostra vai até dia 18 de setembro. Depois, segue para Belém, para a Galeria Fidanza. Os artistas e curadores foram recebidos com festa no cais do porto por representantes da Academia Artística e Literária de Óbidos, Associação Cultural Obidense, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA/Óbidos) e até do bloco “Pai da Pinga”, além de representantes da Prefeitura Municipal e populares. A Secretaria de Estado de Cultura apoia o evento.

A renomada galeria existe há 25 anos e nos últimos anos executa o projeto de ir à cidade de origem de um dos artistas associados. Desta vez o homenageado é Francisco Klinger Carvalho, obidense que mora e trabalha em São Paulo. 

A exposição utiliza várias linguagens: vídeo, fotografia, desenho e escultura. A programação incluiu um simpósio com os artistas visitantes e locais, com relato das obras, que começou ainda no dia 11 passado. As fotos são de Tamara Saré.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *