0
 Obra do artista Klinger Carvalho

                                                           Obra da artista Mônica Linhard

 Obra do artista José Roberto Aguilar

Abriu hoje em Óbidos, cidade histórica e linda do Oeste do Pará, a Exposição “Correnteza”, da Hafemann International, galeria de arte alemã da cidade de Wisbaden. O artista Klinger Carvalho, filho de Óbidos, está capitaneando o evento junto com o galerista Gottfried  Hafemann, que também é artista plástico. A mostra vai até dia 18 de setembro. Depois, segue para Belém, para a Galeria Fidanza. Os artistas e curadores foram recebidos com festa no cais do porto por representantes da Academia Artística e Literária de Óbidos, Associação Cultural Obidense, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA/Óbidos) e até do bloco “Pai da Pinga”, além de representantes da Prefeitura Municipal e populares. A Secretaria de Estado de Cultura apoia o evento.

A renomada galeria existe há 25 anos e nos últimos anos executa o projeto de ir à cidade de origem de um dos artistas associados. Desta vez o homenageado é Francisco Klinger Carvalho, obidense que mora e trabalha em São Paulo. 

A exposição utiliza várias linguagens: vídeo, fotografia, desenho e escultura. A programação incluiu um simpósio com os artistas visitantes e locais, com relato das obras, que começou ainda no dia 11 passado. As fotos são de Tamara Saré.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Carta do Museu Goeldi a Gurupá

Anterior

Demissão e promessa de concurso em Marapanim

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *