0
Valdir Ganzer se enfezou e viaja amanhã de madrugada a fim de peitar os Kaiapó da aldeia Gorotire e resgatar o chefe do Núcleo Regional da Setran, Valter Peixoto, que, na terça-feira, foi levado como refém por índios pintados para a guerra e de bordunas em punho, em pleno entroncamento da PA-287 com a BR-158. Claro que, só para garantir, o resgate será, digamos, mediado pelo prefeito de Cumaru, representantes da Funai, empresários e lideranças da região, às 10h, na sede da OAB em Redenção, onde será elaborada carta de intenções a fim de dar iní­cio às obras da PA-287, com cerca de 80 Km, e da vicinal de acesso à aldeia, que passa dos 50 Km. Ganzer quer que prefeituras e madeireiros contribuam com equipamentos, tratores e caçambas, enquanto a Setran entraria com o projeto técnico, máquinas, combustí­vel e pessoal para a realização da obra, do programa Caminhos da Parceria. Humm… Se essa moda pega…
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Corrigindo distorção

Anterior

O bicho vai pegar

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *