0
Bom dia, amigos, domingo lindo cheio de amor e alegrias! Na Floresta Nacional do Tapajós, que tem cerca de 527 mil hectares – mais de 160 quilômetros de praias às margens do rio Tapajós – além de lagos, várzea, terra firme, morros, planaltos, campos e açaizais, de incrível beleza cênica, os ribeirinhos com hábitos culturais próprios vivem do manejo florestal sustentável em área especialmente reservada para esse fim, como na comunidade Maguari, clicada por Olimpio Guarany.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Chororô dos prefeitos

Anterior

Fila imensa para vacinação em Belém

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *