O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, convocou e empossou Torrinho Torres, primeiro suplente do Podemos, na vaga do deputado Igor Normando, que está licenciado para exercer o cargo de secretário de Estado de Articulação da Cidadania. O novo parlamentar…

Reconhecimento máximo da Associação Paulista de Críticos de Artes a obras de Literatura, Música popular, Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Rádio, Teatro, Teatro Infantojuvenil e Televisão, o Prêmio IPCA, anunciado na segunda-feira, 6/2, contemplou o livro de contos “Eu já…

A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

A espera dos concursados

“Esta semana, o presidente da OAB/PA, Dr. Jarbas Vasconcelos, encaminhou ofício para o governador do Estado, Simão Jatene, parabenizando-o pela nomeação dos 1.523 concursados, anunciada no último dia 21/3.

Em seu ofício, Vasconcelos cumprimenta, congratula e agradece “pela iniciativa do Governo do Estado do Pará, em determinar a nomeação de 1.523 concursados para cargos em vários setores deste Governo, em especial, a educação, saúde e segurança”. E ressalta, mais adiante, que “a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará, entende e defende que o Estado, para prover melhorias na qualidade de seu quadro funcional, deve priorizar que admissão aos seus respectivos cargos, seja realizada através de concurso público, nos termos do art. 37, II da Constituição Federal”.
Para nós, aprovados nos certames promovidos pela administração pública estadual, que a cada ano que passa esperamos em vão pelas nossas nomeações (apesar de o governo contratar diariamente milhares de servidores temporários e comissionados, tendo inclusive praticado nepotismo, segundo denúncia do próprio Jarbas Vasconcelos), a mensagem de “cumprimento, congratulações e agradecimento”, encaminhada ao governador, não passa de um lamentável mise en scène político.

Como se o presidente da OAB/PA desconhecesse que Simão Jatene, durante a campanha de 2010, na qual se elegeu governador do Estado, tinha como uma de suas principais bandeiras, o fim da longa fila de espera de concursados por nomeação. Um dos grandes absurdos que lhe foram deixados pela desastrada gestão da ex-governadora petista Ana Júlia Carepa.
O que todos nós esperávamos da Ordem dos Advogados do Brasil no Pará, era, sim, a exigência da nomeação de todas as 5.800 pessoas, que investiram recursos e tempo para, uma vez aprovadas, começarem a trabalhar, em vez do sofrimento pela nomeação.

Aliás, é bom que se registre que há meses, a Associação dos Concursados do Pará tenta audiência com o presidente da OAB/PA, com o objetivo de pedir apoio jurídico da entidade, a fim de fazer com que o governo do Estado nomeie de uma vez por todas, todos os aprovados nos concursos públicos. No entanto, quando ligamos, tudo o que ouvimos é que o presidente Jarbas Vasconcelos encontra-se viajando. Também não tem adiantado deixar nossos contatos, porque não recebemos nenhuma resposta. Só mais recentemente, fomos orientados a encaminhar um ofício solicitando a reunião.
José Emilio Almeida
Pres. da Associação dos Concursados do Pará”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *