0
A Câmara Federal começa o semestre com a pauta trancada por três medidas provisórias. A MP 487/10 amplia em R$ 80 bilhões o limite para a concessão de empréstimos do BNDES voltados à compra e produção de bens de capital e à inovação tecnológica. Também permite novos endividamentos dos Estados afetados pelo baixo crescimento econômico decorrente da crise mundial — aqueles que tiveram crescimento do PIB inferior a 1% no período correspondente aos quatro últimos trimestres. Além disso, muda a forma de amortização dos financiamentos concedidos pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Já as MPs 488/10 e 489/10  tratam da preparação do Brasil para receber as Olimpíadas de 2016.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Ajuruteua, em Bragança

Anterior

Dica de teatro

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *