0
O engenheiro Sérgio Pimentel, que deixou a Secretaria de Urbanismo de Belém pela de Saúde, levou consigo todas as informações acerca da destinação dos royalties pagos pela empresa canadense Conestoga Rovers Associates, a título de crédito de carbono da captação de gases poluentes do Aterro do Aurá. Os canandenses, que meteram a mão no lixo sem pensar duas vezes e sem licitação, têm feito a parte deles, mas a prefeitura, ao que se sabe, não dá um pio sobre o que faz com a dinheirama. Em tempos de carnaval, a pergunta (im)pertinente é: o gato comeu ?
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Alça Viária em Marabá

Anterior

Criativos na folia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *