0

O deputado Luis Cunha apresentou projeto de lei implantando assistência psicológica e psicopedagógica nas escolas públicas da rede estadual, para diagnosticar e prevenir problemas de aprendizagem. O projeto também dispõe sobre medidas a serem adotadas em caso de evasão escolar ou reiteração de faltas injustificadas de criança ou adolescente às aulas. “É ponto pacífico que não existe sucesso econômico e social para um país sem um sistema de formação bem estruturado, sólido e completo. Educar requer engajamento, amor. Pressupõe formação permanente, respeito às diferenças, postura ética, atuação participativa, crítica. Requer espaços pedagógicos, inclusão. Precisamos ir além, e conceber a educação articulada com os quatros pilares propostos pela Unesco: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver juntos, aprender a viver com os outros, aprender a ser. Ter a coragem de provocar a desconstrução do sistema educativo em vigor e gestar novos paradigmas, outro viver possível, onde coexistam, em uníssono, educação e cidadania”, argumentou o deputado.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Isenção no concurso

Anterior

Projeto social

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *