0
Os bastidores da política paraense estão em chamas. O clima é tenso e os estoques de remédio tarja preta estão esgotados. O DOE de amanhã é aguardado ansiosamente. Nada será registrado perante o TRE-PA antes da leitura e devida interpretação.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Quem dá mais?

Anterior

Não à privatização da água

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *