Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

Dia do Jornalista

Hoje é dia de cumprimentar quem faz jornalismo com paixão e conhece seu papel na sociedade. O Dia do Jornalista foi instituído em homenagem a Líbero Badaró, o primeiro jornalista a lutar até à morte em defesa da liberdade de expressão. É seu um dos primeiros escritos publicados no Brasil em defesa da liberdade de imprensa, rechaçando sempre a tese de que supostos abusos praticados pelos jornalistas justificariam o cerceamento da liberdade. Hoje, seu pensamento está consolidado na Constituição Federal e na jurisprudência do STF. No dia 20 de novembro de 1830, Líbero Badaró sofreu um brutal atentado à bala. A primeira pessoa a socorrê-lo foi o estudante de direito Emiliano Fagundes Varela, pai do futuro poeta Fagundes Varela. Suas últimas palavras foram: “Morre um Liberal, mas não morre a Liberdade”. No dia seguinte estava morto, aos 32 anos.
Um alto funcionário do Judiciário imperial chegou a ser processado como mandante do crime, mas foi absolvido, por falta de provas. Segundo historiadores, a ordem para matar Badaró pode ter partido do próprio imperador Dom Pedro I. Com sua morte, aumentaram o descontentamento e as manifestações de protesto contra o absolutismo, e D. Pedro  abdicou em 7 de abril de 1831.

Parabéns a todos os jornalistas que sabem fazer a diferença.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *