0
O presidente da Sidemar (siderúrgica de Marabá), Demétrius Ribeiro, primeiro suplente do senador Mário Couto, é um dos motivos pelos quais a maioria dos tucanos prefere o ex-governador Simão Jatene candidato ao governo. Alegam que o empresário, envolvido em denúncias de trabalho escravo e poluição ambiental, não é paraense, não tem compromisso com o PSDB e que, se Mário Couto lhe deixasse os quatro anos de seu mandato a partir de 2010, Demétrius cuidaria apenas de seus interesses pessoais.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Na mira das carretas

Anterior

20 anos depois

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *