0

A 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital julga – de novo – o fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, um dos mandantes do assassinato da missionária norte-americana Dorothy Stang, no próximo dia 31 de março. O promotor de justiça Edson Augusto Cardoso de Souza atua na acusação do réu. O julgamento começará às 8h, no plenário Nelson Amorim, no Fórum Criminal de Belém.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

SOS Alter do Chão

Anterior

Ele prefere a impunidade

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *