0

A Prefeitura de Belém anuncia que o Projovem inscreve para bolsas de estudo e qualificação durante o dia inteiro. Mas ontem, adolescentes carentes que procuraram o Posto do Entroncamento, na BR-316, não foram atendidos e ouviram que “a moça que faz a inscrição só vai à tarde”. Por isso, os que estudam nesse horário terão que faltar às aulas para se inscrever num projeto que -teoricamente – incentiva a ducação.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

E nós?

Anterior

Mal genético

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *