0
Era só o que faltava. Agora virou moda culpar as mudanças climáticas pela inoperância dos prestadores de serviços públicos. Vejam só: a população dos bairros do Comércio, Cidade Velha, Reduto, Batista Campos, Jurunas, Umarizal, Nazaré, São Braz, Fátima, Pedreira, Marco e Canudos está sem água desde o dia 2. A Cosanpa diz que é por falta de energia. E a Celpa jura que o rompimento de cabos de energia foi motivado pela alteração do clima. Ora, e a falta de providências, também foi por chuvas e trovoadas? Esse pessoal acha que o povo é burro.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Basa ignora TCU

Anterior

Erradicação dos desmandos

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *