Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Basa ignora TCU

O TCU já proibiu que o Basa terceirize o serviço jurídico quando não houver caso excepcional, tendo em vista que a instituição financeira dispõe de quadro de advogados. Pois foi publicado no D.O.U. extrato de contratação direta de escritório de advocacia sem realização prévia de licitação ou mesmo de credenciamento.

Para escapar de repercussão negativa na mídia, o Basa omitiu o valor do contrato, limitando-se a dizer apenas que seria de 3%. Confiram o extrato:

“Nº PROCESSO DE INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO:2009/062.
Nº CONTRATO: 2009/256.
GERÊNCIA: GSJUR.
CONTRATANTE: Banco da Amazônia S.A.
CONTRATADO: Palermo, Barroso & Castelo Advogados. CNPJ Nº 69.969.989/0001-80.
OBJETO DO CONTRATO: prestação de serviços advocatícios para propositura de ações, necessárias à restituição, decorrentes das contratações de câmbio com o Banco BMD S/A, em liquidação extrajudicial.
MODALIDADE DE LICITAÇÃO: Inexigibilidade.
FUNDAMENTO LEGAL: art. 25, caput da Lei nº 8.666/93 e suas alterações.
ITEM ORÇAMENTÁRIO: Recursos Disponíveis em Orçamento.
VALOR: 3% como cláusula de êxito.
DECLARAÇÃO DO ATO: Eduardo José Lima Cunha, Diretor de Análise e Reestruturação.
RATIFICAÇÃO: Diretoria do Contratante, em 07.10.2009.
DATA E ASSINATURA DO CONTRATO: 17.11.2009.”
[DOU, 19/11/2009, SEÇÃO 3, PÁGINA 113].

Pergunta que salta à língua:
qual a excepcionalidade do serviço prestado pelo escritório de advocacia que justifica a inexigibilidade?”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *