0
Além de o STJ suspender o andamento do processo da Operação Satiagraha – que investiga crimes financeiros do banqueiro Daniel Dantas –, o CNJ recebeu duas novas representações contra o juiz Fausto De Sanctis, da 6ª Vara Criminal de São Paulo, questionando a autorização que o juiz deu ao Incra para vistoriar as fazendas do grupo do banqueiro Daniel Dantas no Pará. Mais: pode ser declarada a nulidade de todos os atos jurisdicionais praticados pelo juiz Fausto de Sanctis.

Ainda por cima
, De Sanctis foi considerado pela desembargadora Cecília Mello, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, suspeito para ficar à frente do caso MSI/Corinthians – parceria em que o clube e a empresa são investigados por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Clima natalino

Anterior

Sem choro nem vela

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *