Área contígua ao centro histórico de Belém do Pará, Zona Especial do Patrimônio Histórico declarada por lei, o bairro do Reduto, cenário industrial da belle Époque, da Doca do Reduto no início do século XX, com suas canoas coloridas repletas…

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça fixou, sob o rito dos recursos repetitivos, a tese de que o servidor federal inativo, independentemente de prévio requerimento administrativo, tem direito à conversão em dinheiro da licença-prêmio não usufruída durante a…

O prefeito Edmilson Rodrigues cumpriu agenda institucional em Brasília, ao lado do secretário municipal de Gestão e Planejamento, Cláudio Puty. No Ministério da Economia, trataram das obras de saneamento básico no Canal do Mata Fome, no bairro do Tapanã, onde…

O leite materno contém propriedades importantes para o crescimento e desenvolvimento do bebê, fortalecendo a sua imunidade contra diversas doenças. Em 1992 a Aliança Mundial de Ação Pró-Amamentação criou a Semana Mundial de Aleitamento Materno, de 1 a 7 de…

Da lista de fatos inacreditáveis

Esta foi demais: Rafaela Mácola Marques, concluinte do curso de Medicina, ao retornar ao seu carro estacionado em frente ao Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, no bairro da Pedreira, em Belém, verificou que o veículo havia sido arrombado e furtada uma bolsa contendo roupas de treino em academia. No dia seguinte, ao chegar no HC e comentar o fato, uma das residentes contou o assalto que sofreu no mesmo local. E não demorou muito para que várias pessoas também começassem a contar assaltos, furtos, arrombamentos e até sequestros vivenciados.
Aí, para exercer seu direito de cidadã, Rafaela registrou um BO na delegacia virtual e também ligou para o disque-denúncia – nº 181 –  a fim de colaborar nas estatísticas de criminalidade. Mas eis que a atendente avisou que, para registrar qualquer denúncia, ela precisava ter o nome (ou apelido) e – pasmem! – o endereço completo do meliante! Sim, do meliante. Não é preciso dizer que Rafaela ficou literalmente sem palavras e agora com medo de ir estudar num local tão perigoso. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *