0

Sebastião Rodrigues de Moura, o Major Curió, chefão do grupo de extermínio na guerrilha do Araguaia (1972-1975), está preso em Brasília, por porte ilegal de arma. O flagrante aconteceu durante execução de mandado de busca e apreensão em sua residência, requerido pelo Ministério Público Federal e concedido pela 1ª Vara da Justiça Federal em Brasília, quando foram apreendidos documentos, um computador e uma arma de fogo. O MPF tenta localizar documentos que revelem o paradeiro de corpos de militantes políticos que participaram da guerrilha.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Oriximiná em polvorosa

Anterior

SOS Curralinho!

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *