O catamarã Bom Jesus IV, que faz o trecho Belém-Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó, naufragou hoje por volta de 17h, em frente a Vila do Conde. O casco rachou, entrou água na embarcação, que adernou e começou logo…

O empresário e político Carlito Begot, ex-vice-prefeito de Ananindeua(PA), protagonizou cena chocante no condomínio Lago Azul, reduto de endinheirados, na noite do domingo passado, 23, em um píer destinado à pesca “pesque-e-solte”. Um grupo fisgou um pirarucu com cerca de…

A alteração da turbidez do rio Tapajós resulta de, ao menos, duas fontes sedimentares distintas: o rio Amazonas e a atividade garimpeira no médio e alto Tapajós, além de usos da terra que causam desmatamento e exposição do solo. Apenas…

A promotora de justiça Ângela Maria Balieiro Queiroz, pelo Ministério Público do Estado, e o procurador Patrick Bezerra, do Ministério Público de Contas do Pará, acompanharão a contratação da obra de reconstrução da ponte Enéas Pinheiro, que interliga os distritos…

Cérebros de alface

Projeto do deputado Manato (PDT-ES) obriga noivos a plantar 10 mudas de árvores para casar. No divórcio, a conta aumentaria: 25 mudas. No caso da compra de veículos, são 20 mudas para carros novos, 40 para os de médio porte e 60 para veículos pesados. Construtoras seriam obrigadas a plantar 10 mudas para cada imóvel residencial e 20 para cada unidade comercial. Máximo Damasceno (Prona-SP) torna contravenção penal o beijo lascivo entre pessoas do mesmo sexo em público; 1º de outubro “Dia Nacional da Verdade”, 31 de dezembro “Dia da Esperança”, 7 de janeiro “Dia Nacional da Gratidão” e 4 de outubro “Dia Nacional da Caridade”. A deputada Nice Lobão (DEM-MA) apresentou projeto de lei obrigando o fornecimento pelas empresas de comunicação “de colete à prova de balas para jornalistas”. A proposta para transformar “o suco de laranja como bebida oficial nas recepções, eventos e festas promovidas pelo governo brasileiro” é do deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP). Coube ao deputado Lincoln Portela (PR-MG) projeto instituindo 6 de abril como o “Dia Nacional do Sono”. Deputado do PR, Maurício Rabelo (TO) pretende que a leitura da Bíblia passe a vigorar como “disciplina dos horários normais em todas as séries do ensino fundamental”. O deputado Celso Russomanno (PP-SP) quer alterar a palavra estupro pela expressão “assalto sexual”. E Luis Carlos Hauly (PSDB-PR) institui em 25 de outubro o Dia Nacional do Macarrão.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *