0

Projeto do deputado Manato (PDT-ES) obriga noivos a plantar 10 mudas de árvores para casar. No divórcio, a conta aumentaria: 25 mudas. No caso da compra de veículos, são 20 mudas para carros novos, 40 para os de médio porte e 60 para veículos pesados. Construtoras seriam obrigadas a plantar 10 mudas para cada imóvel residencial e 20 para cada unidade comercial. Máximo Damasceno (Prona-SP) torna contravenção penal o beijo lascivo entre pessoas do mesmo sexo em público; 1º de outubro “Dia Nacional da Verdade”, 31 de dezembro “Dia da Esperança”, 7 de janeiro “Dia Nacional da Gratidão” e 4 de outubro “Dia Nacional da Caridade”. A deputada Nice Lobão (DEM-MA) apresentou projeto de lei obrigando o fornecimento pelas empresas de comunicação “de colete à prova de balas para jornalistas”. A proposta para transformar “o suco de laranja como bebida oficial nas recepções, eventos e festas promovidas pelo governo brasileiro” é do deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP). Coube ao deputado Lincoln Portela (PR-MG) projeto instituindo 6 de abril como o “Dia Nacional do Sono”. Deputado do PR, Maurício Rabelo (TO) pretende que a leitura da Bíblia passe a vigorar como “disciplina dos horários normais em todas as séries do ensino fundamental”. O deputado Celso Russomanno (PP-SP) quer alterar a palavra estupro pela expressão “assalto sexual”. E Luis Carlos Hauly (PSDB-PR) institui em 25 de outubro o Dia Nacional do Macarrão.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Licenciamento

Anterior

Igualzinho ao Brasil

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *