Quando todos apostavam em uma radicalização que causasse esgarçamento das relações empresariais na cúpula das indústrias instaladas no Pará, a diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Pará, liderada por José Conrado Santos e José Maria Mendonça, deu uma…

Os botânicos Fúvio Oliveira e Rafael Gomes, doutorandos do Programa de Pós-graduação em Botânica Tropical do Museu Paraense Emílio Goeldi e Universidade Federal Rural da Amazônia, concorreram com 86 jovens cientistas do mundo inteiro e estão entre os 23 contemplados…

Na próxima terça-feira, dia 16, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, deverá incluir na pauta do plenário a apreciação do Processo nº 7/2022, encaminhado pelo Tribunal de Contas do Estado, tratando da prestação de contas do Governo do Pará…

Liderados pelo presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), promotor de justiça Manoel Murrieta, que é paraense, promotores, procuradores, juristas e convidados do Brasil inteiro irão reafirmar o compromisso institucional do Ministério Público e o seu papel…

Coro Carlos Gomes, orgulho do Pará

Na abertura do 25º GP de Atletismo, neste domingo, no Mangueirão, o Coro Carlos Gomes vai entoar o Hino Nacional. Considerado um dos melhores Coros de câmara do País, o Carlos Gomes foi premiado com Medalha de Ouro, na categoria Coro Misto de Câmara, e Medalha de Prata na categoria Música Contemporânea, durante a 5ª Olimpíada Mundial de Coros (Word Choir Games), em Graz, na Áustria, em 2008, confirmando assim seu alto nível técnico.
Há 14 anos sob a regência da maestrina Maria Antonia Jimenez, o Coro é integrado por alunos, ex-alunos e professores do Instituto Estadual Carlos Gomes, e contribui com projetos pedagógicos e de responsabilidade social, como concertos didáticos da Fundação Carlos Gomes e diversos outros eventos de caráter beneficente, além de representar o Pará em eventos e festivais realizados em outros Estados e países.
Em 2003, lançou seu 1º CD, o Coro Belo. Em 2004, gravou o CD O Cantochão do Pará, resultado de trabalho do pesquisador Vicente Salles, atendendo ao convite da Secult. Em 2005, ao completar 10 anos de existência, fez a primeira audição no Brasil da Missa Cubana, de José Maria Vitier, ao lado do coro cubano Exaudi, apresentando posteriormente a mesma obra na abertura da XI Feira Pan-Amazônica do Livro, em homenagem a Cuba, em 2007.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *