Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Conflito em Anapu

Área de extração ilegal de madeira, limite do PDS com terra Xicrin
Faixa do STTR e Associação no local da audiência 

Deputado federal Cláudio Puty com o ouvidor agrário Gersino Filho 

Placa no local onde Irmã Dorothy tombou: marcas de balas 

A situação em Anapu tende a amainar depois da audiência pública de ontem, sob a coordenação da Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo e presidência do ouvidor agrário nacional, Gersino Filho, da qual participaram dirigentes e representantes do Ibama, Incra, ministérios do Meio Ambiente e Justiça e Ministério Público Estadual e a PM, pelo governo do Estado.
Serão feitas a vistoria da estrada de acesso ao assentamento e revisão ocupacional do PDS Esperança, assim como nos outros três existentes no município. Também será construída guarita de controle, com fiscalização do Ibama, para impedir o fluxo de madeira ilegal na área. Além disso, o Incra vai prestar assistência técnica aos agricultores.
Membros da Comissão Pastoral da Terra, como Padre Amaro, e lideranças camponesas, como Fábio Lourenço de Souza, acusados durante a audiência por dirigentes do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Anapu, estão satisfeitos com o resultado da audiência. Mas aguardam acampados na entrada do PDS o desfecho das medidas pactuadas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *