0

Parece profanação – não é comum instrumentos clássicos (violoncelo e piano) tocarem um chorinho num templo religioso, em evento destinado à música erudita -. Mas trata-se de homenagem à música brasileira e paraense. Amanhã (6), às 18:30h, será executado o “Chorinho Pai D’Égua”, de Vicente Fonseca, em primeira audição, com arranjo para Duo de Violoncelo e Piano, que o compositor dedicou ao violoncelista paraense Diego Carneiro, que reside em Londres. O recital será na Igreja de Santo Alexandre, durante o 20° Festival Internacional de Música do Pará, promovido pela Fundação Carlos Gomes, em Belém. O violoncelista será acompanhado, ao piano, da Profª Helena Maia. Não percam!

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

SOS Marajó

Anterior

Fim do Voto Secreto

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *