Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Cevital inicia projeto de US$ 250 milhões

Foto: Ascom Sedeme
O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, acompanhado pelo presidente da Coordenação de Desenvolvimento Econômico do Estado, Olavo das Neves, entregou hoje o documento da área onde a argelina Cevital, gigante do agronegócio, implantará um porto e um complexo industrial em Barcarena, nos próximos 36 meses. O investimento é de US$ 250 milhões, e de início vai gerar 700 empregos diretos. Este ano será trabalhada a licença ambiental para instalação do empreendimento. A intenção do grupo empresarial é iniciar as obras no primeiro trimestre de 2017. O diretor internacional da empresa, Adan Iskounen, elogiou a agilidade e seriedade do governo no suporte à chegada da multinacional.
Recebemos convites de vários governos, mas o Pará foi original na articulação conosco, mostrando-se produtivo, proativo e limpo’’, acentuou. Os 
presidentes da Federação das Indústrias (Fiepa) e da Associação Comercial do Pará (ACP), José Conrado e Fábio Lúcio Costa, prestigiaram a entrega do documento, que simbolizou a largada o projeto, e não escondiam o entusiasmo.

Grupo privado que recolhe mais impostos na Argélia, atrás apenas da indústria petrolífera, a Cevital instalará, em curto prazo, um terminal privado, uma refinaria de óleos vegetais e uma fábrica de margarina em Barcarena. Em médio e longo prazos, serão construídas unidades de esmagadoras de soja, além de fábricas para produzir ração e proteína animais, aves e gado, além de uma siderúrgica. 

O empreendimento resulta de três anos de trabalho de articulação econômica junto ao grupo. Em maio passado, o governador Simão Jatene, o secretário Adnan Demachki e o secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Hildegardo Nunes, visitaram as instalações da Cevital na Argélia. Na ocasião foi feito o convite ao dono e presidente do grupo, Issad Rebrab, para investir no Pará.
Quatro meses depois, ele veio e passou uma semana, acompanhado por Adnan Demachki, conhecendo todas as regiões paraenses. Já em outubro houve a assinatura do protocolo de intenções, celebrado entre a empresa e o Estado, para a implantação de uma série de indústrias. 

“O Pará, em seus três polos agrícolas (Paragominas, Santarém e Santana do Araguaia), já produz pouco menos de um milhão de toneladas de soja ao ano, e o Centro-Oeste vai chegar a exportar pelos portos paraenses 20 milhões de toneladas ao ano. Não podemos exportar toda essa soja in natura. Parte dela precisa ser transformada em óleo e em proteína animal aqui mesmo no Pará, gerando empregos e divisas para o Estado. Por isso festejamos a Cevital e fizemos o convite para todas as demais empresas exportadoras de soja, oferecendo o apoio do Estado em políticas que colaborem com a verticalização’’, realçou Adnan Demachki, que tem sido o grande articulador para atração de investimentos no Pará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *