0
Depois da queda de braço em Minas Gerais e no Maranhão, a bola da vez é o Pará, para resolver debaixo do tacão a aliança. Nos bastidores políticos, o serpentário, excitadíssimo, especula se petistas ou peemedebistas farão greve de fome, em caso de intervenção dos respectivos diretórios nacionais.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

TJE-PA & TRE-PA

Anterior

De costas para a civilidade

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *