0
Nesta segunda e terça, o Idesp reunirá as principais instituições do País nas áreas de Cartografia e Geotecnologia para apresentar projetos, metodologias e objetivos que envolvem as ações de mapeamento da Amazônia. A idéia é avaliar os pontos fortes e dificuldades enfrentadas pelos especialistas, a fim de construir um plano cartográfico digital para o Estado.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Boa, ainda que tardia

Anterior

Ato falho

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *