0

Ribeirinhos estão sendo aliciados por contrabandistas colombianos para a matança de botos e jacarés, que têm cabeça, nadadeiras e caudas cortadas e o corpo, sem as vísceras, é usado para atrair a piracatinga – peixe necrófago conhecido como “urubu d’água”. Na Colômbia, onde é chamada de mota, a piracatinga custa R$ 16 o quilo. O pescador brasileiro ganha R$ 0,80 pelo quilo de piracatinga vendida na Amazônia. Leia mais em “Últimas Notícias”, na home www.uruatapera.com.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Terminal do Espadarte

Anterior

Inferno na estrada

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *