0
Acaba de acontecer colisão de um carro com uma moto, na esquina da rua Tiradentes com avenida Assis de Vasconcelos. A motorista ficou dentro do veículo e o rapaz no asfalto, mas logo levantou e foi até ela, abriu a porta e começou, lógico, a reclamar. Nese momento, passou uma viatura de resgate dos Bombeiros. Ao invés de colocar a moto no meio fio, pára no meio da rua, atrás da moto, e fica naquele chove-mas-não-molha. Resultado? Buzinaço e engarrafamento, infernizando a vida de quem está na rua e nos prédios no entorno, causado por quem tem a obrigação de fazer o contrário.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Presença italiana

Anterior

Fofoca de domingo

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *