Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Belém sai na frente contra trabalho infantil

Fotos: Edney Martins
Belém do Pará é a capital de vanguarda na erradicação do trabalho infantil e vai mostrar, no dia 1º de março de 2015, que a sociedade está mobilizada no enfrentamento dessa chaga social. Uma comissão da campanha de combate ao trabalho infantil desenvolvida pelo TRT8 reuniu hoje com o prefeito Zenaldo Coutinho a fim de ultimar os detalhes para a grande Marcha de Belém contra o trabalho infantil. Com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Belém, além de mais 87 parceiros em todo o Pará, a intenção é chamar a atenção do mundo para a responsabilidade de todos. Historicamente, crianças do interior e da periferia das capitais são levadas por famílias de classe média sob promessa de uma vida mais digna, com educação e lazer. Mas a realidade é que são submetidas ao trabalho doméstico, ao espancamento e à violência sexual. É preciso que cada um reflita sobre a questão e colabore para extirpar esse câncer social. Nos últimos anos, os índices de trabalho infantil na nossa região foram os que mais caíram, em todo o Brasil, fruto do esforço coletivo e da somatória  das ações desenvolvidas pelos organismos governamentais, entidades de classe e ongs. Mas é preciso avançar mais. Faça a sua parte. No domingo, 1º de março, marche conosco! A concentração será na Escadinha da Estação das Docas, às 8h, com direito a arrastão do Peixe-Boi do Pavulagem. A chegada será na Praça da República, onde haverá ato público e show com artistas parauaras.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *