0

O deputado Rogério Barra, líder do PL na Alepa, provocou o deputado Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, durante discurso na tribuna do plenário Newton Miranda, durante a sessão ordinária.

É que Bordalo (PT) não quis assinar o requerimento do deputado Delegado Toni Cunha (PL) de instituir uma CPI destinada a investigar o abuso e exploração sexual infanto-juvenil e o tráfico humano no arquipélago do Marajó.
Bordalo estava no plenário mas não pediu aparte e também não se inscreveu para responder aos ataques.
Assistam ao vídeo.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Sintepp reage a anúncio de desconto pela Seduc

Anterior

Hana Ghassan, Igor, Chicão e o etarismo

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *