0
Sequestros, assaltos à mão armada. Quem ainda não sofreu um? A violência nossa de todo dia está estampada no relato dramático do advogado Fernando Gurjão Sampaio, o Tanto Tupiassu, em seu blog Domisteco, Fernandel.

Nós, os contribuintes, estamos encolhidos, com medo. A bandidagem está à solta, e ri da nossa cara, e escarneia do sistema dito de Justiça.

Quem paga pelo descontrole social?

Não se iluda: a sua vez chegará.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Para não esquecer

Anterior

Tempos de inversão

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *