0

Em um país que cultua os prazeres da mesa, e cuja cozinha pode ser considerada a mais famosa do mundo, um sarau gastronômico com pratos à base de insetos, promovido pelo Museu de Ciência Natural Caffi, de Bergamo Alta, só poderia provocar revolta e protestos. Pois foi o que aconteceu na última semana, na Itália, quando o encontro” Insetti Che Bontà” ofereceu aos participantes a possibilidade de conhecer mais a fundo e saborear grilos, traças, bicho da seda, gafanhotos e outros.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Regras para grampos

Anterior

O Supremo vai decidir

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *