A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Ave, Juca!

O sol brilhava e ardia e escorria o suor sobre nossas faces, misturado às lágrimas da despedida. E até aqueles cujo ofício era preparar a última morada de seu corpo, diziam, com naturalidade desconcertante: é o Juca. Marise ouvia e endossava: sim, é o Juca, nosso querido Juca. E todos nós, no íntimo, guardávamos mais uma prova do carisma do nosso amigo que se foi do nosso convívio. Ele era assim, capaz de se tornar íntimo das pessoas que jamais o tinham visto, perscrutar-lhes a alma, sondar as suas entranhas. E de tudo extrair um sumo rico, que ele nos presenteava com maestria em seu 5ª Emenda, leitura obrigatória e agradabilíssima.
Ele não conseguiu ir ao mais recente recital da minha Gabi, nem eu consegui encontrar um dia que conciliasse nossas agendas para degustar um filé cuja receita era de sua saudosa mãe Cecé Arruda e ele se oferecera para preparar na minha casa, temperado pela sua alegria e pelos gostosos papos, ao lado da Marise.
Gabi cantou, emocionada, aos pés do jazigo, Amazing Grace, um hino do século XVIII composto para celebrar a liberdade, a cidadania e a salvação da alma, ideais pelos quais Juvêncio Arruda sempre pugnou e que deixa como herança a todos nós.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *