O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

As erveiras de Santarém

Já ouviste falar da Regueira da Cohab, daSofrida do Jaderlândia, da Vidente da Aparecida e da Erveira do Mercadão? Pois olha, maninha, não te avexa, podes conhecer essas tais em Santarém. E se não puderes dar um pulo lá por não teres quem te agasalhe ou pra não te meteres em furdunço, te abicora aí só na maciota que a modo nestasegunda-feira (1º/11), às 19h, o documentário “Erveiras – A cura vem das plantas” vai ser lançadono canal da Muruci Produções no Youtube, é só clicar aqui para assistir.

O curta-metragem dura uns 15 minutos e contaas histórias das santarenas que usam plantas para curar os despombalecidos e feridentos, de mazelas físicas e espirituais. Todo mundo que chega na cidade e não é leso vai logo atrás da Maria Luciene Gama Santos, no espaço Katumawa Iwí, na Vila de Alter do Chão, e da Adalgiza Silva Oliveira, no Mercadão 2000. Elas ensinam os banhos egarrafadas pra sair da morrinha.

O filme é inspirado na peça de teatro de Diego Alano Pinheiro, “As Mocorongas”, que mostrou em 2012 as histórias de mulheres de bairros de Santarém. O curta foi contemplado com o edital da Lei Aldir Blanc de Cultura Popular e tem como proponente a atriz e universitária Bianca Almeida.

Mas axí! Deixa já de pavulagem, assiste e me conta depois.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *