O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

Apertem os cintos

O governo do Pará anunciou ontem medidas para reduzir gastos. Quer economizar R$ 15 milhões em 3 meses. Órgãos públicos passam a atender entre 8h e 14h, exceto nas áreas de saúde, educação e segurança pública. Através de decreto, a governadora Ana Júlia Carepa proíbe que servidores viajem para fora do Estado e que façam hora extra. Determina uma redução de 20% nos gastos com telefone, energia elétrica e combustível, dentre outros, em relação ao gasto de março de 2009.
No ano passado, o governo gastou R$ 95,1 milhões com diárias, passagens e locomoção de servidores, valor maior do que o gasto por Minas Gerais, e pela maior parte dos órgãos do governo federal no mesmo período.
O pacote chega num momento em que sindicatos de funcionários estaduais negociam reajustes. Em alguns setores, há a ameaça de greve.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *