0
Hoje, nos 348 anos da fundação de Santarém, o Projeto “Produção de Réplicas e Catalogação dos Prédios Históricos de Santarém” lança a revista “Patrimônio Histórico e Arquitetônico de Santarém” e afixa uma placa, na Praça da Matriz de N. S. da Conceição, com a partitura de “Praça da Matriz” (música de Vicente Malheiros da Fonseca e letra de Emir Bemerguy), que será cantada pelo Coral da FIT, sob a regência da maestrina Ádrea Taiana Figueira Lopes.
Na Alepa, o deputado Carlos Martins (PT) vai apresentar projeto de lei que declara como integrante do patrimônio cultural do Estado do Pará a obra musical e literária do Maestro Wilson Fonseca (Isoca), que deverá ser catalogada, conservada e divulgada pela Secretaria de Estado de Cultura.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Urgência

Anterior

Lírica alenquerense

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *