0

Na Ilha de Jutuba, alunos da Unidade Pedagógica da Fundação Escola Bosque (Funbosque), da Prefeitura de Belém, viveram momentos mágicos, participando da soltura de quarenta filhotes de tracajás, muçuãs, peremas e tartarugas da Amazônia. As crianças ficaram maravilhadas pela oportunidade de levar de volta ao habitat natural os pequenos quelônios. O presidente da Funbosque, Alickson Lopes, acompanhou a soltura dos animais e realçou que a atividade foi pensada e articulada através de proposta pedagógica integrada, que tem o objetivo de contribuir para dinâmica de repovoamento dos quelônios no bioma amazônico mas também, sobretudo, reforça o compromisso gestado na educação ambiental a fim de que as crianças sejam molas propulsoras para que toda a comunidade assuma o cuidado com esses animais.

A ação também faz parte da Semana de Meio Ambiente de 2023 da Escola Funbosque e conta com a participação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e parceria da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Os animais foram criados no Lago Borboleta Azul da Funbosque, sob o acompanhamento de técnicos em recursos pesqueiros da Casa Escola da Pesca (Cepe)/Funbosque e do veterinário da instituição.

Para a concretização da soltura dos quelônios, a Funbosque envolveu diversos profissionais em recursos pesqueiros e meio ambiente, além de engenheiro ambiental e florestal. “É um trabalho técnico. É a quarta vez que a gente faz aqui porque é um local em que a gente tem contato com pessoas da comunidade e os alunos que também são da comunidade. Na medida em que a trazemos crianças para participar dessa ação, vamos construindo um coletivo pensante e engajado na defesa do meio ambiente”, explicou o coordenador de Planejamento e Pesquisa da Funsbosque, Agnaldo Rabello.

Pará vai receber R$5 bilhões do BNDES

Anterior

Roteiro Geo-Turístico revisita Landi e a Belém do séc. XVIII

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *