Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Alepa vai criar Selo Cultural

FOTO: OZÉAS SANTOS
No encerramento da XXI Feira Pan-Amazônica do Livro, ontem, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, acompanhado pela esposa, Daniela, e filhos, visitou estandes e conheceu autores e obras de escritores paraenses. No estande da UFPA, foi presenteado com “A República”, de Platão, e “Encantarias da Palavra”, lançamento de João de Jesus Paes Loureiro. E surpreendeu o secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves, ao anunciar projeto de lei declarando o evento Patrimônio Cultural e Imaterial do Pará, além do que, nos próximos anos, durante a semana da Feira, a Alepa homenageará 40 personalidades que contribuem para o engrandecimento da Feira, com medalhas alusivas. 

A intenção, além do reconhecimento, é garantir recursos à Feira, assegurar e ampliar a propagação da cultura paraense e a difusão das letras em todo o território estadual. Márcio Miranda também aproveitou para falar de outros projetos que está propondo para incentivar a área cultural no Pará. O Selo Cultural será outorgado às empresas que investem e patrocinam eventos culturais no Estado. O deputado defende, ainda, o aprimoramento da Lei Semear, a fim de que as pequenas empresas possam investir em eventos de menor porte e em artistas iniciantes. 

Por sua vez, o secretário Paulo Chaves já adiantou as novidades para 2018: Age de Carvalho será o escritor homenageado. E o país, o Brasil.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *