0


Boa notícia para quem é fã dos Beatles e Pink Floyd como eu: o Abbey Road foi classificado hoje pelo governo britânico como sítio histórico, para proteger o santuário da música pop contra quaisquer planos de modificações radicais no imóvel – a gravadora EMI, proprietária do estúdio de gravação, quer vendê-lo.

Seguindo o parecer do organismo de preservação nacional English Heritage, a ministra britânica da Cultura, Margaret Hodge, situou o estúdio na segunda mais alta categoria de locais a serem preservados: edifício tombado Grau 2, com base no mérito histórico do estúdio e devido a sua enorme importância cultural. Paul McCartney e Andrew Lloyd Webber pediram o tombamento.

Os Beatles gravaram lá quase todos seus álbuns e singles entre 1962 e 1970. O Pink Floyd também, do final dos anos 1960 a meados dos anos 1970.

Turistas ainda posam para fotos no bairro de St. John’s Wood, zona norte de Londres, no cruzamento vizinho para pedestres, na rua Abbey, eternizada na capa do “Abbey road“, dos Beatles.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Já vai tarde

Anterior

Demo solitário

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *