Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

A mensagem de Epaminondas Gustavo

Recebi milhares de mensagens pelo meu aniversário, incrível o fenômeno das redes sociais. Todas me comoveram e alegraram, e me tocaram no fundo do coração. Mas esta certamente foi a mais criativa, feita pelo juiz Cláudio Rendeiro, titular da 1ª Vara de Execução Penal da Região Metropolitana de Belém, através de seu célebre personagem humorístico Epaminondas Gustavo. 

Ouçam aqui

O juiz Cláudio Rendeiro é um magistrado admirável, pela sua capacidade e disposição de, mesmo cuidando de uma área tão sombria e triste como a carcerária, sair do seu gabinete incorporando um legítimo caboclo parauara e assim espalhar cidadania em escolas, praças, enfim, por todos os lugares onde ele passa. Felizmente conheço vários outros juízes que se entregam à tarefa da cidadania, como por exemplo, entre outros, as juízas do Trabalho Zuíla Dutra, Vanilza Malcher, Claudine Rodrigues, o juiz Océlio Morais e o desembargador Vicente Malheiros da Fonseca, todos militantes, assim como o juiz Cláudio Rendeiro, da campanha de erradicação do trabalho infantil, da qual sou voluntária. O olhar do juiz cidadão é um instrumento poderoso para, na rotina do dia-a-dia, frequentando espaços públicos, nas conversas privadas, nos passeios e trajetos, ter a dimensão de enxergar, além de ver. Que todos sigam esse belo exemplo e se posicionem, informando, denunciando e combatendo as chagas sociais!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *