O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, convocou e empossou Torrinho Torres, primeiro suplente do Podemos, na vaga do deputado Igor Normando, que está licenciado para exercer o cargo de secretário de Estado de Articulação da Cidadania. O novo parlamentar…

Reconhecimento máximo da Associação Paulista de Críticos de Artes a obras de Literatura, Música popular, Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Rádio, Teatro, Teatro Infantojuvenil e Televisão, o Prêmio IPCA, anunciado na segunda-feira, 6/2, contemplou o livro de contos “Eu já…

A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

A mensagem de Epaminondas Gustavo

Recebi milhares de mensagens pelo meu aniversário, incrível o fenômeno das redes sociais. Todas me comoveram e alegraram, e me tocaram no fundo do coração. Mas esta certamente foi a mais criativa, feita pelo juiz Cláudio Rendeiro, titular da 1ª Vara de Execução Penal da Região Metropolitana de Belém, através de seu célebre personagem humorístico Epaminondas Gustavo. 

Ouçam aqui

O juiz Cláudio Rendeiro é um magistrado admirável, pela sua capacidade e disposição de, mesmo cuidando de uma área tão sombria e triste como a carcerária, sair do seu gabinete incorporando um legítimo caboclo parauara e assim espalhar cidadania em escolas, praças, enfim, por todos os lugares onde ele passa. Felizmente conheço vários outros juízes que se entregam à tarefa da cidadania, como por exemplo, entre outros, as juízas do Trabalho Zuíla Dutra, Vanilza Malcher, Claudine Rodrigues, o juiz Océlio Morais e o desembargador Vicente Malheiros da Fonseca, todos militantes, assim como o juiz Cláudio Rendeiro, da campanha de erradicação do trabalho infantil, da qual sou voluntária. O olhar do juiz cidadão é um instrumento poderoso para, na rotina do dia-a-dia, frequentando espaços públicos, nas conversas privadas, nos passeios e trajetos, ter a dimensão de enxergar, além de ver. Que todos sigam esse belo exemplo e se posicionem, informando, denunciando e combatendo as chagas sociais!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *