0


A vida pregressa de um agente público deve garantir proteção à probidade administrativa e à moralidade. Tem que assegurar um mandato bom, honesto, equânime, justo e decente. Um parlamento de cidadãos dignos e honrados. O decoro é o comportamento adequado às responsabilidades exercidas perante o Estado e a sociedade.

Veja aqui o dossiê “Políticos Cassados por Corrupção Eleitoral”, do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.

Em 2010, vote com consciência e em quem tiver conduta ética, correção, retidão moral, respeito a si mesmo, à lei e aos outros.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Temporada aberta

Anterior

MPF & imprensa

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *