O catamarã Bom Jesus IV, que faz o trecho Belém-Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó, naufragou hoje por volta de 17h, em frente a Vila do Conde. O casco rachou, entrou água na embarcação, que adernou e começou logo…

O empresário e político Carlito Begot, ex-vice-prefeito de Ananindeua(PA), protagonizou cena chocante no condomínio Lago Azul, reduto de endinheirados, na noite do domingo passado, 23, em um píer destinado à pesca “pesque-e-solte”. Um grupo fisgou um pirarucu com cerca de…

A alteração da turbidez do rio Tapajós resulta de, ao menos, duas fontes sedimentares distintas: o rio Amazonas e a atividade garimpeira no médio e alto Tapajós, além de usos da terra que causam desmatamento e exposição do solo. Apenas…

A promotora de justiça Ângela Maria Balieiro Queiroz, pelo Ministério Público do Estado, e o procurador Patrick Bezerra, do Ministério Público de Contas do Pará, acompanharão a contratação da obra de reconstrução da ponte Enéas Pinheiro, que interliga os distritos…

VALSA SANTARENA Nº 55

Eu vou cantar, cantar/ Nesta valsinha o amor/ Quanta emoção/ Que desperta a canção/ Só quero cantar para ti/ Neste compasso eu vou/ Como se fosse meu/ Mas na verdade/ Este canto que fiz/ É teu, meu grande amor/ Vem agora/ Vem depressa/ Vem sem medo/ Dançar pelo salão/ Nossa valsa tão bonita/ Que me lembra Santarém/ Nossa terra tão querida/ São lembranças que guardei/ Juntinho ao coração/ (Juntinho ao coração)/ Ah! Santarém/ Oh! Tapajós/ Tens a beleza natural/ Que o poeta cantou/ Minha terra natal/ Santarém, esta valsinha, é para ti/ Mas quero te dizer/ Que fiz com muito amor/ Quem dera um dia voltar/ Ao teu regaço de esplendor/ Eu vi, meu Tapajós,/ Que luar tão lindo/ Mirando Alter-do-Chão/ Um paraíso pleno de belezas, quanta imensidão,/ Águas tão puras, belas, cristalinas,/ Mar de inspiração/ Meu rio azul/ Vou mergulhar pra sempre/ Esta canção/ Cantando assim/ Nas águas da emoção/ Oh! Minha Santarém/ Como te quero bem/ Me deixa eu te dizer/ Não custa repetir/ Tu tens o pôr-do-sol/ Mais lindo de morrer/ Na foz do Tapajós/ Oh! Linda Santarém! (Música e letra: Vicente José Malheiros da Fonseca)

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *