Em 17 de agosto é celebrado o Dia do Patrimônio Histórico. A Lei nº 378/1937, no governo Getúlio Vargas, criou o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a fim de proteger e preservar os bens culturais do país, marcando…

A incorporação do território da então Província do Grão Pará e Rio Negro ao Império Brasileiro, fruto de um engodo, ensejou em poucos meses a tragédia do brigue Palhaço e, mais de dez anos depois, a sangrenta Cabanagem, mas esse…

O juiz Jonatas dos Santos Andrade renunciou à presidência da Amatra 8 – Associação dos Magistrados Trabalhistas da 8ª Região e vai assumir o cargo de Juiz Auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça, a convite da ministra Rosa…

Quando todos apostavam em uma radicalização que causasse esgarçamento das relações empresariais na cúpula das indústrias instaladas no Pará, a diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Pará, liderada por José Conrado Santos e José Maria Mendonça, deu uma…

VALSA SANTARENA Nº 55

Eu vou cantar, cantar/ Nesta valsinha o amor/ Quanta emoção/ Que desperta a canção/ Só quero cantar para ti/ Neste compasso eu vou/ Como se fosse meu/ Mas na verdade/ Este canto que fiz/ É teu, meu grande amor/ Vem agora/ Vem depressa/ Vem sem medo/ Dançar pelo salão/ Nossa valsa tão bonita/ Que me lembra Santarém/ Nossa terra tão querida/ São lembranças que guardei/ Juntinho ao coração/ (Juntinho ao coração)/ Ah! Santarém/ Oh! Tapajós/ Tens a beleza natural/ Que o poeta cantou/ Minha terra natal/ Santarém, esta valsinha, é para ti/ Mas quero te dizer/ Que fiz com muito amor/ Quem dera um dia voltar/ Ao teu regaço de esplendor/ Eu vi, meu Tapajós,/ Que luar tão lindo/ Mirando Alter-do-Chão/ Um paraíso pleno de belezas, quanta imensidão,/ Águas tão puras, belas, cristalinas,/ Mar de inspiração/ Meu rio azul/ Vou mergulhar pra sempre/ Esta canção/ Cantando assim/ Nas águas da emoção/ Oh! Minha Santarém/ Como te quero bem/ Me deixa eu te dizer/ Não custa repetir/ Tu tens o pôr-do-sol/ Mais lindo de morrer/ Na foz do Tapajós/ Oh! Linda Santarém! (Música e letra: Vicente José Malheiros da Fonseca)

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *