0

Os donos de ônibus querem aumentar o valor da passagem de R$ 1,85 para R$ 2,15 em Belém. Os veículos são velhos, imundos, não cumprem horários, não trafegam nas faixas a eles destinadas, avançam sinais e preferenciais, freiam e arrancam bruscamente, não atendem com regularidade os distritos de Outeiro e Mosqueiro, param no meio das ruas para pegar e deixar passageiros e são os maiores causadores de acidentes, muitos fatais. Cadê a Câmara Municipal e o Ministério Público para proteger a população?
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Puxando carroça

Anterior

Altura proibida

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *