0

O Instituto de Ciências da Arte da Universidade Federal do Pará foi o palco do lançamento de “Tribos Urbanas em Belém: Drag Queens – rainhas ou dragões?”, obra da antropóloga e professora Izabela Jatene, pela Editora Paka Tatu. Skatistas, góticos, punks, mauricinhos e patricinhas, headbangers, gangues de rua, a drag queen Babeth e a Banda Bagaço são os personagens principais que povoam o universo da Belém dos anos 1990, alvo da pesquisa de mestrado de Izabela, que focou na efervescência cultural que se concentrava principalmente aos domingos na Praça da República, em Belém, em espaços bem demarcados pelos respectivos grupos.

O livro tem fotos do artista multimídia, professor e curador Orlando Maneschy, mostrando o universo drag de Babeth e sua banda. É dele a imagem na capa do livro, cuja renda obtida pelas vendas vai ser em parte revertida para o Comitê Arte pela Vida, do qual a autora é voluntária e que apoia pessoas que convivem com HIV. 

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

O Pará é para os fortes

Anterior

Efeitos devastadores do aterro em Marituba

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *