0
O TRE julga amanhã o recurso de João Carlos Dias (PP), prefeito de Barcarena, cassado e multado em abril pelo juiz da 65ª Zona Eleitoral, Raimundo Rodrigues Santana, e que se mantém no cargo através de liminar concedida pelo juiz José Rubens Barreiro de Leão.
Na campanha de 2008, João Carlos teria comprado 32 cestas básicas para doar aos eleitores do bairro Zita Cunha, em Barcarena. As doações em troca de voto teriam sido feitas por pessoas próximas do prefeito. O flagrante foi feito por representantes do Cartório Eleitoral de Barcarena, com reforço da PM.
O parecer do MP é favorável à cassação. Caso isso aconteça, João pode recorrer ao TSE. A coligação “Quero a Mudança“, de 11 partidos, que apoiou o segundo colocado nas eleições, Antônio Carlos Vilaça (PSC), entende que, como o prefeito e o vice não ultrapassaram 50% dos votos, Vilaça assumirá a prefeitura porque foi o segundo candidato mais votado.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Lançamento musical

Anterior

Setran & Delta

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *